CPM de pedra e cal em Moscovo

A edição física da feira de moda russa regressa no próximo dia 22 de fevereiro e, durante quatro dias, deverá acolher centenas de marcas, incluindo a portuguesa Cristina Barros, que vão apresentar as propostas de moda, lingerie e acessórios para o outono-inverno 2021/2022.

Depois de ter sido adiada em junho, a 35.ª edição da CPM – Collection Première Moscow está mesmo de regresso ao Expocentre de Moscovo. Com a evolução positiva da situação epidémica, a capital russa levantou as restrições temporárias que ainda vigoravam para eventos e congressos a 22 de janeiro, permitindo que a organização mantivesse as datas que tinha anunciado no verão passado: 22 a 25 de fevereiro.

«A organização estabeleceu a segurança dos expositores e visitantes como a principal prioridade, de acordo com as exigências da Rospotrebnadzor e protocolos relevantes para acolher eventos no Expocentre», salienta, no entanto, a CPM.

Não obstante, nem todos poderão estar fisicamente no centro de exposições. «Devido a restrições de viagens, muitas marcas serão representadas pelos seus agentes russos autorizados esta estação», esclarece a organização, a cargo da Messe Düsseldorf Moscow OOO em parceria com a Igedo Company.

Há, contudo, a confirmação de participações pessoais de «muitas marcas de Itália, Alemanha, Turquia, França, assim como de Portugal, Roménia e Finlândia», garante.

De Portugal, indica o comunicado, estará a marca Cristina Barros, presença habitual no certame, enquanto de Itália estarão representadas várias marcas, incluindo a Liu Jo e a Geox e, em estreia, a Stilnology, JB4, Pull Love e Pollini, mas também produtores como a Landi Fancy, a Club Voltaire, a Armata Di Mare e a MDF Macodelforte.

A feira conta ainda com a colaboração de diferentes associações, como é o caso da Fédération Française du Prêt-à-Porter Feminin, que apoia a presença das marcas Leo & Ugo, Rhum Raisin, Fuego, Mat de Misaine e Saint James, a que se soma a primeira participação da Gertrude + Gaston, uma marca criada em 2008 que leva até Moscovo uma coleção unissexo.

Da Alemanha estarão mais de 30 marcas, incluindo parceiros das agências C.E.D.E.R e WH&P, esta última com a apresentação em estreia das marcas Roeckl, Steffen Schraut e Riani. E a Turquia terá um pavilhão dedicado com 50 marcas do segmento médio e alto, ao passo que da China estarão diferentes expositores, incluindo a Snowimage e a Clasna.

[©CPM]
A feira acolhe ainda o CPM Body & Beach, com marcas de lingerie, beachwear e vestuário e acessórios para andar em casa e fazer ioga, onde estarão marcas como as italianas Cosabella e Ritratti Milano e as alemãs Cybele e Naturana.

Paralelamente, a CPM conta com um programa de eventos onde se destaca o Russian Fashion Retail Forum, que celebra 25 anos e se realiza de 22 a 24 de fevereiro. Entre os temas em debate, cujas sessões serão transmitidas no YouTube e poderão posteriormente ser acedidas no site da CPM, constam a análise aos resultados de 2021, a nova realidade dos stocks, o comércio eletrónico, o papel das redes sociais nas vendas, o design de lojas e tendências de retalho e o que esperar de 2021.

Notícias relacionadas

Últimas notícias

A essência de David Catalán

Reworks, a coleção para o outono-inverno 2021/2022 do designer espanhol radicado em Portugal, conjuga o vestuário de trabalho com o conforto e o guarda-roupa clássico. As propostas, que foram apresentadas no calendário oficial da Semana de Moda Masculina de Milão, marcam um regresso à essência da marca.

Anti-Covid

A saúde e a segurança dos cidadãos são prioridades absolutas, sendo essencial garantir que os equipamentos que são capitais na prevenção e no combate ao Covid-19 cheguem às empresas do sector. Convidámo-lo por isso a dar a conhecer os seus produtos e as soluções específicos para evitar a propagação do SARS-CoV-2.

Para onde vai a indústria da moda?

O estudo The State of Fashion 2021 aponta dois cenários de recuperação e 10 temas que irão moldar a atividade da indústria da moda nos próximos 12 meses, incluindo a evolução da economia, as mudanças no consumidor e as alterações no próprio sistema.

Quer receber as nossas notícias?

Subscreva a nossa newsletter diária e receba as últimas notícias diretamente na sua caixa de e-mail