Stoffus aumenta e digitaliza produção

A empresa especialista em sofás fez novos investimentos para tornar a sua produção mais eficiente e responder às encomendas personalizadas dos clientes. A tecnologia da Gerber implementada em fevereiro já permitiu reduzir os custos com mão de obra e materiais e aumentar a produção de 15 para cerca de 30 sofás por dia.

A nova fábrica da Stoffus implicou uma transformação dos processos de produção, com a integração das soluções da Gerber Technology para gerir as operações comerciais normais e acompanhar a procura crescente de mobiliário por encomenda. A empresa, fundada em 2004 e sediada em Montemor-o-Velho, implementou os softwares AccuMark e AccuNest, uma mesa digitalizadora e a Gerbercutter Z1, que lhe permitiu reduzir em 50% a mão de obra, uma economia de material (que passou de um metro para 1,5 metros por sofá) e um aumento de 100% na produtividade. Estas melhorias possibilitaram um aumento da capacidade de produção, que aumentou de 15 para 25 a 30 sofás por dia.

«Rapidez, qualidade, processos otimizados e integrados, combinados com um excelente serviço foram os motivos decisivos para escolher a Gerber como parceiro em detrimento da concorrência», explica, em comunicado da Gerber Technology, Luis Salgado, CEO e fundador da Stoffus. «O fator confiança num parceiro tecnológico que garante uma presença estável e um serviço de qualidade é essencial para um aumento da produtividade e precisão nos prazos de entrega», afirma.

Luis Salgado [©Gerber Technology]
De acordo com Francisco Aguiar, diretor de vendas para Portugal, Espanha e mercados indiretos da Gerber Technology, «para os fabricantes de mobiliário, a pandemia originou um grande aumento na procura dado que as pessoas passam agora mais tempo em suas casas». Como tal, «sem tecnologia, os fabricantes trabalharão mais horas e acabarão por reduzir a sua eficiência, aumentando os custos e comprometendo os resultados. No entanto, empresas como a Stoffus, que se adaptaram digitalmente, não só são capazes de acompanhar o aumento da procura, como também reduzirão os prazos de entrega e erros de produção, melhorando assim, as margens de lucro», acrescenta.

Marca própria no horizonte

Atenta às mudanças no consumidor, a Stoffus tem apostado num modelo feito por encomenda, oferecendo um serviço de customização dos produtos, com uma coleção a partir da qual é possível personalizar as cores, os tecidos ou peles usadas, a ergonomia, as funções, os detalhes decorativos e as medidas do sofá.

[©Gerber Technology]
Segundo a Gerber Technology, antes de implementar esta solução integrada, a Stoffus dependia de processos manuais que resultavam em prazos de entrega mais longos que o habitual. «À medida que a procura de mobiliário crescia, a fim de assegurar uma maior agilidade e eficiência, a Stoffus precisava de um parceiro de confiança que ajudasse a transformar digitalmente a sua cadeia de fornecimento», aponta.

O novo investimento traz associado ainda uma imagem de inovação tecnológica e irá permitir à Stoffus avançar com a expansão do negócio, com o lançamento da marca própria Andretti que deverá abrir portas no segmento da alta decoração em novos mercados como o Canadá, EUA, Reino Unido, Japão e Coreia do Sul.

Notícias relacionadas

Últimas notícias

A essência de David Catalán

Reworks, a coleção para o outono-inverno 2021/2022 do designer espanhol radicado em Portugal, conjuga o vestuário de trabalho com o conforto e o guarda-roupa clássico. As propostas, que foram apresentadas no calendário oficial da Semana de Moda Masculina de Milão, marcam um regresso à essência da marca.

Anti-Covid

A saúde e a segurança dos cidadãos são prioridades absolutas, sendo essencial garantir que os equipamentos que são capitais na prevenção e no combate ao Covid-19 cheguem às empresas do sector. Convidámo-lo por isso a dar a conhecer os seus produtos e as soluções específicos para evitar a propagação do SARS-CoV-2.

Para onde vai a indústria da moda?

O estudo The State of Fashion 2021 aponta dois cenários de recuperação e 10 temas que irão moldar a atividade da indústria da moda nos próximos 12 meses, incluindo a evolução da economia, as mudanças no consumidor e as alterações no próprio sistema.

Quer receber as nossas notícias?

Subscreva a nossa newsletter diária e receba as últimas notícias diretamente na sua caixa de e-mail